Compre por
Telefone
Principais cidades
4002-1010

Qual o câmbio utilizado em remessas, comercial ou turismo?

Entenda as principais diferenças entre dólar comercial e turismo e saiba qual a cotação utilizada em suas operações!

Quando realizamos uma operação ou movimentação financeira utilizando uma moeda internacional, é necessário entender que há duas modalidades existentes de câmbio: o turismo e o comercial.

No entanto, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre essas categorias, como por exemplo, as principais diferenças entre elas e qual é a utilizada em determinadas transações.

Para quem viaja muito a trabalho, passeio ou ainda costuma realizar remessas internacionais com frequência, entender sobre a cotação do câmbio é fundamental para não ter surpresas e acertar na hora de realizar uma operação.

Remessas Internacionais

O que é dólar comercial?

Entende-se por dólar comercial a cotação da moeda americana utilizada em transações internacionais como a compra e venda de mercadorias – importação e exportação – , serviços entre empresas do Brasil com o exterior.

Seu valor é negociado entre bancos e empresas regulamentadas pelo Banco Central brasileiro e possui uma cotação variável, podendo ser alterado várias vezes ao dia, de acordo com o cenário internacional.

O que é dólar turismo?

Já a cotação do dólar turismo, como o próprio nome já sugere, é a o câmbio aplicado para pessoas físicas que utilizarão a moeda durante uma viagem ao exterior, na forma de compra de papel moeda, recarga de cartão internacional e outros.

Sua cotação costuma ser mais cara do que o dólar comercial, devido a incorporação de custos como os impostos e, dentre outros, o menor volume negociado nas transações

Mas, uma das principais dúvidas que pairam sobre o assunto, é: por que as pessoas físicas não podem então, comprar o dólar comercial?

De acordo com a regulamentação do Banco Central, a cotação só pode ser utilizada por empresas, governo e bolsa de valores.

Dólar paralelo

Embora não seja autorizado pelo Banco Central, o dólar paralelo é aquele vendido no mercado informal por doleiros e casas de câmbio não-autorizadas.

Utilizado para driblar as leis, é importante ressaltar que este tipo de prática é ilegal e pode gerar punições previstas em lei, portanto, não é aconselhável adquirir qualquer moeda nessas circunstâncias.

Principais diferenças entre o câmbio comercial e de turismo

Antes de mais nada, é bom lembrar que o câmbio do dólar é extremamente importante para a economia de um país, regulando o comércio internacional.

Dessa forma, uma das diferenças mais notáveis entre o dólar turismo e o dólar comercial é o valor. Como dito anteriormente, o preço praticado na cotação comercial costuma ser mais barato do que o praticado no turismo.

Isso porque, o volume das transações realizadas entre empresas e instituições financeiras internacionais é expressivamente maior, o que acaba diminuindo o valor da moeda.

Já para a categoria de turismo, costuma-se movimentar valores menores, acarretando ainda, custos administrativos, impostos, valores de transporte e até mesmo segurança da moeda em espécie.

Outro ponto importante é que ambas cotações se regem pela lei da oferta e da demanda, ou seja, quanto maior a busca por dólar no mercado, mais caro ele tende a ser e vice-versa.

Além disso, as relações internacionais e a economia mundial também interferem diretamente nestes valores.

Como funciona a cotação das moeda?

Embora os fatores citados acima sejam importantes métricas para determinar o valor do dólar, há ainda custos adicionais que podem interferir na cotação da moeda. Dentre eles, podemos destacar:

  • A movimentação da moeda no exterior;
  • Os custos do processo para adquirir a moeda das casas de câmbio;
  • Taxas relacionadas a movimentação do dólar
  • Margem de lucro das empresas

Além disso, sobre o valor da moeda é aplicado o Imposto sobre Operações Financeiras, mais conhecido como IOF, aplicado em transações de moeda em espécie, uso de cartão de crédito ou débito no exterior, transferências internacionais e outros.

Câmbio usado em remessa internacional

Nas remessas internacionais, é utilizada a taxa de câmbio comercial e todas as empresas que realizam o envio utilizam a mesma fonte para fornecer a taxa, que é o Banco Central.

O que vai diferenciar de valores cobrados entre as empresas de câmbio é a taxa de spread, que nada mais é do que um custo sobre o envio do dinheiro, que é calculado de acordo com as despesas de cada instituição.

Na Cotação, o serviço de Remessa Expressa permite que você envie o dinheiro para o exterior com uma das melhores taxas do mercado, com isenção de tarifa para envio de dólar ou euro, além de possuir um dos menores spreads para seus clientes.

Portanto, seja para comprar dólar, euro, enviar dinheiro para o exterior ou realizar outras transações internacionais, é fundamental conhecer mais sobre o câmbio, entender o que é o dólar turismo ou comercial e quais as taxas praticadas em cada uma das operações.

Compre por
Telefone
Principais cidades
4002-1010