Cotação

Carregando...
Para comprar ou vender ligue
Recarga Fácil

Dúvidas Frequentes

1) O que significa Compra e Venda de Moeda Estrangeira?
A compra da moeda estrangeira caracteriza-se quando o cliente da Cotação, pessoa física ou jurídica, possui algum produto em moeda estrangeira como Traveler Cheques, moeda em espécie ou carga no Rendimento Visa TravelMoney e deseja trocá-los por Reais. Neste caso, a Cotação efetua a compra dos produtos entregando Reais ao cliente.
A venda acontece no sentido inverso. Quando o cliente deseja adquirir qualquer um dos produtos em moeda estrangeira, a Cotação efetua a venda de Papel Moeda, Traveler Cheques ou Rendimento Visa TravelMoney.


2) Na qualidade de agência de turismo e DTVM a quem podemos vender ou comprar moeda estrangeira?
- brasileiros e estrangeiros residentes no país.
- brasileiros residentes no exterior.
- turistas estrangeiros na saída do Brasil.
- Empresas brasileiras para cobertura de viagens de funcionários e/ou destinação posterior.
- membros de corpos diplomáticos no Brasil.
- funcionários de entidades internacionais das quais o Brasil for signatário.


3) Quais as formas de entrega da moeda estrangeira vendida aos clientes?
- Em espécie (papel moeda).
- Em Travellers cheques.
- Em VISA TRAVELMONEY


4) Quais os documentos necessários para aquisição de moeda estrangeira?
- Brasileiro residente no país: Carteira de Identidade (RG), ou documento equivalente, Comprovante de Inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) da Secretaria da Receita Federal.
- Estrangeiro residente no país: Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou equivalente, Comprovante de Inscrição no Cadastro de Pessoas Física (CPF) da Secretaria da Receita Federal.
- Estrangeiro de passagem no país: Passaporte
- Brasileiro residente no exterior: Carteira de Identidade (RG), ou documento equivalente, Comprovante de Inscrição no Cadastro de Pessoas Física (CPF) da Secretaria da Receita Federal.
- Brasileiro com dupla nacionalidade: Permanece a Identificação para brasileiro.
Aos residentes no exterior quando da saída do território nacional é permitida a aquisição de moeda estrangeira com os reais inicialmente adquiridos e não utilizados, mediante apresentação dos respectivos comprovantes de compra de moeda nacional por instituição credenciada. Após sua utilização o referido documento será devolvido ao cliente com a inscrição "INUTILIZADO PARA FINS DE RECOMPRA".
Obs: verificar necessidade de apresentação de documentação adicional caso a operação ultrapasse os limites de normalidade estipulados pela Cotação.


5) Quais as formas de recebimento de Reais aceitas pela nossa Instituição para aquisição de moeda estrangeira?
- Vendas de moeda estrangeira até o valor de USD 3.000 ou seu equivalente em outra moeda quando destinados a cobrir gastos no exterior é a única situação que pode ser aceito o pagamento em espécie do contra valor em moeda nacional. (Desde que não ultrapasse o valor de R$ 10.000,00 em moeda nacional).
- Vendas de moeda estrangeira quando destinados a cobrir gastos no exterior é a única situação que pode ser aceito o pagamento em espécie do contra valor em moeda nacional. (Desde que não ultrapasse o valor de R$ 9.999,99 em moeda nacional).
- Vendas de moeda estrangeira com valor superior a USD 3.000 ou seu equivalente em outra moeda, ou superior a R$ 9.999,99 de moeda nacional, o pagamento do contravalor da operação deve ser feito através de DOC(documento de crédito) ou TED(transferência eletrônica disponível), saindo exclusivamente da conta do comprador identificado, ou pago com cheque somente de sua emissão.
- Vendas de moeda estrangeira cujo contra valor em moeda nacional seja superior a R$ 9.999,99, o pagamento da operação deve ser feito através de DOC(documento de crédito) ou TED(transferência eletrônica disponível), saindo exclusivamente da conta do comprador identificado, ou pago com cheque somente de sua emissão.


6) Quais as formas de pagamento na troca de moeda estrangeira para Reais pela Instituição Credenciada?
Valor inferior a R$ 9.999,99 o pagamento poderá ser em espécie, TED (transferência eletrônica disponível) ou DOC (documento de crédito).
Valor Superior a R$ 9.999,99 o pagamento deverá ser em TED (transferência eletrônica disponível).
Lembrando que é imprescindível que o pagamento deverá ser feito da conta corrente do titular da operação de câmbio para a conta da Cotação.


7) Quais são os limites previstos para estrangeiros?
Obedecem aos mesmos limites que para brasileiros.


8) O que é aceito como comprovante de aquisição dos reais para estrangeiro?
Boleto de operação da venda de sua moeda estrangeira emitida por instituição credenciada, ou comprovante de saque em caixa eletrônico.


9) Para estrangeiros do Mercosul, por não ser obrigatório o passaporte, qual o documento que o identifica?
Documento de Identificação de seu país (equivale ao RG).


10) Como proceder para menor de idade adquirir moeda estrangeira?
O menor deverá estar acompanhado por um responsável.
Os documentos necessários são: CPF e RG do responsável e RG do menor.


11) Como devemos proceder em uma operação que o titular não pode estar presente?
O titular deve formalizar um representante legal através de Procuração específica para efetuar operações de câmbio.
Mediante a apresentação desta procuração é que poderemos efetuar a operação.
BOLETOS - DOCUMENTAÇÃO OFICIAL


12) Qual a importância da emissão do Boleto?
O Boleto=contrato é o documento oficial que dá amparo legal a todas as operações de compra ou venda de moedas estrangeiras autorizadas pelo regulamento do Banco Central.
Este Boleto=contrato deverá estar com todos os campos devidamente preenchidos, e de forma legível.


13) Qual o valor que uma pessoa pode embarcar?
Qualquer valor. Entretanto, sempre que o valor portado for igual ou superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou seu equivalente em outra moeda é obrigatória declaração prévia junto a SRF(Secretaria da Receita Federal). O boleto de compra deve estar sempre a mão para justificar o valor portado. A declaração é obrigação do passageiro.


14) Devo declarar esta operação de câmbio no Imposto de Renda?
Esta é uma operação isenta de imposto de renda, mas deve declarar no I.R. a quantidade que possui em seu poder, oriente-se com o contador como fazê-lo.


15) A esposa pode comprar usando CPF do marido?
Pode desde que tenha como comprovar através de cópia da declaração do Imposto de Renda do marido que ela é sua dependente.
 




By Flex Up
ABOUT SSL CERTIFICATES